Foge Foge


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Passos Coelho admite valor limite para reformas pagas pelo Estado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

ritandrade


AdminFuga
AdminFuga
O presidente do PSD, Pedro Passos coelho, admitiu esta terça-feira a definição de um limite máximo das reformas pagas pelo Estado, sublinhando que há hoje no país muitas pessoas "que auferem reformas desproporcionadas aos descontos que fizeram".

Questionado por um ouvinte durante o Fórum TSF sobre se iria acabar com "reformas milionárias" se fosse eleito primeiro-ministro, Passos Coelho referiu que "há muitas pessoas em Portugal que auferem reformas desproporcionadas aos descontos que fizeram no passado".

Depois, recordou que o seu partido defendeu no passado "uma limitação maior ainda para as reformas mais elevadas", o que, sublinhou, não recebeu o acordo do PS.

"Em segundo lugar, sempre defendemos que devesse existir uma reforma maior, mais ampla, das reformas, no sentido em que o Estado não pudesse assegurar a ninguém uma reforma superior a determinado valor", afirmou Pedro Passos Coelho, dando depois o exemplo da Espanha, onde, referiu, esse limite é de "2500 euros".

"Significa isto o plafonamento, o que significa que as pessoas não fazem descontos para ter reformas superiores a esse valor. Julgo que, no futuro, vamos ter de encontrar uma solução parecida com esta", afirmou.

jn



Já alguma vez te doeu o coração?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum