Foge Foge


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Acidente em Marrocos: número de mortos sobe para nove

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

ellê


Fugitivo Pro
Fugitivo Pro

Ceuta.

Nove portugueses, oito mulheres e um homem, morreram quando o autocarro de turismo onde seguiam caiu numa ravina, em Marrocos, nos arredores de Ceuta, às 6h45 locais (7h45 em Portugal), disse ao i, Nuno Fonseca, director de Marketing da Classic Internacional Cruises.

Fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades, António Braga, dá ainda conta de 25 feridos ligeiros que se encontram em Ceuta, Espanha, e 14, entre os quais um em estado grave, "permanecem localmente".

A primeira hipótese avançada pelas autoridades espanholas aponta para a mistura de óleo e água sobre a calçada que provocou a falta de tracção do autocarro e consequente despiste.

A viatura era de matrícula espanhola, e levava portugueses que participam num cruzeiro do paquete Funchal, com 480 passageiros a bordo. A excursão por território marroquino envolvia quatro autocarros e 44 pessoas, entre elas uma criança e um membro da tripulação. Todos são portugueses e estão acompanhados por um guia marroquino.

“Foi montado um hospital de campanha para dar assistência aos feridos. Neste momento, três horas depois do acidente, é que estão a chegar ambulâncias para levar feridos para o hospital”, relatou à Agência Lusa Fernando Santos, que criticou o apoio dado pelas autoridades marroquinas.

“As autoridades não responderam de imediato e não há palavras para descrever o que aconteceu. Foi nota zero. É inadmissível o que foi feito. Faltou de tudo do lado marroquino”, sublinhou.

“Ia no autocarro atrás do acidentado, cheguei ao local do acidente passados alguns segundos”, disse uma testemunha, relatando que se seguiram momentos “surreais”.

“Não havia ambulâncias. As pessoas, incluindo os feridos, foram transportadas de volta para o paquete nos autocarros. Foi um mau serviço das autoridades marroquinas”, relatou.

Depois, foi montado o hospital de campanha e, pelas 11:00 (hora portuguesa), ainda estavam a chegar ambulâncias ao hospital de campanha para transportar os feridos para o hospital.

Dentro do Paquete Funchal viajam alguns espanhóis e ingleses, mas a grande maioria dos passageiros são portugueses.

O paquete Funchal vai hoje regressar a Lisboa e transportar os feridos em condições de viajar, enquanto os restantes permanecerão hospitalizados, segundo a empresa.

Fonte: ionline

' cláuu.


Fuga Forever
Fuga Forever
meu deus :s

ritandrade


AdminFuga
AdminFuga
Credo, posha |:



Já alguma vez te doeu o coração?

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum